Ponto Morto

Um blog sobre a vida de um instrutor em apuros

Wednesday, May 10, 2006

Perigo na estrada

Muito se tem falado sobre os acidentes neste país, mas há muita análise sobre o tema que ainda está por fazer. Por exemplo no fim-de-semana prolongado do 25 de Abril, dos 15 mortos nas estradas portuguesas, 10 foram em acidentes de mota. Obviamente nem todos os que conduzem uma mota são maus condutores ou condutores irresponsáveis, mas muitos há, que possuem uma mota que só sai da garagem em dias de sol e não para servir como meio de transporte, mas sim como meio de descarga de adrenalina e obtenção de prazer.
Há que ter em conta que muitos destes veículos, devido à sua pouca utilização e à ausência de obrigatoriedade de realizar inspecções periódicas, poderão não estar nas melhores condições mecânicas.


Mas fica aqui um exemplo de irresponsabilidade e total loucura numa auto-estrada francesa.

Tomem atenção ao velocímetro da mota, bem como ao facto de não se ver ao asfalto o que indica que está a fazer o vulgar “Cavalinho”… e reparem nos carros que circulam na estrada e que são surpreendidos pela velocidade e pelas manobras praticadas. Parecem estar parados!

Tomemos como ponto de partida que o tempo de reacção da maior parte dos condutores em condições normais e praticando uma condução “normal” é de um segundo, dependendo de vários factores que compreendem o Homem, a Via, o Veículo e as condições atmosféricas.
Façamos uma reflexão: Para ser um automóvel que passe de 0 a 100 km/h em 9 segundos, tem que ser um automóvel de potência razoável, por exemplo só alguns automóveis com 150 cavalos ou mais o conseguem fazer abaixo dessa barreira. Facilmente se consegue adquirir uma moto que tenha o mesmo desempenho em 3 segundos ou menos, e por um valor monetário muito inferior.
Se essa mota só sai no primeiro fim de semana de sol e se durante a “Invernia” nem pôs o escape ao sol… o seu condutor não estará devidamente treinado para que o seu tempo de reacção se adapte facilmente a um desempenho totalmente diferente daquele que terá ao volante do, muitas vezes simples e vulgar automóvel utilitário, que usa para ir para o trabalho no seu dia a dia. E aí temos umas centenas de possíveis Valentino’s Rossi ( que também caiem mesmo na pista) a percorrer as estradas deste país.
Por aí podemos tirar algumas conclusões.

Vejam atentamente o vídeo e observem a diferença entre dois tipos de observação que é feita em questão de segundos.

Tuesday, April 18, 2006

Cars


Trailer - CARS
Vídeo enviado por isivideoblog
Vejam aqui o trailer do novo filme da Disney - Pixar... Cars



Data da Estreia: Junho, 2006
Realizador: John Lasseter
Vozes de: Paul Newman, Richard Petty, Owen Wilson, Bonnie Hunt, Dan Whitney, John Ratzenberger, Larry the Cable Guy
Sinapse: Uma colecção de carros antigos partem à aventura pela famosa Route 66 que atravessa os Estados Unidos da América.

Pelo trailer adivinha-se mais um sucesso bem divertido.

Saturday, April 15, 2006

Experiências de Vida

Quando ainda era miúdo, ouvia alguns conselhos repetidos vezes demais:
" - Olha! Tem cuidado, não vás, não te deixes levar os outros, olha que há brincadeiras que dão maus resultados, não tomes decisões de cabeça quente"... e o famoso "Não penses que as coisas só acontecem aos outros.."
Era ritual de encontros de familiares, avós, tios, pais... antes das despedidas finais ...lá vinha a mesma cantiga. Já não se punha em causa o seu conteúdo, mas como eram repetidas vezes sem conta, chegava-se ao ponto de "entrar por um ouvido e sair pelo outro"...limitava-me a dizer: "Sim, sim!!!" dávamos os dois beijinhos da praxe e ... adeus.
Pois é ... os tempos agora são outros, e como diz o poema no qual o pai fala com o filho e lhe diz que não tem tempo, hoje em dia cresce-se rapidamente, mal se nasce corta-se o cordão umbilical que liga um filho aos seus familiares... muitos avós vivem longe, os pais trabalham ambos, os irmãos andam cada um no seu colégio e só se vêem à noite...
Os conselhos tantas vezes repetidos pelos familiares, passam a ser dados pelos "heróis" do bairro, ou pelos "herois" da rua...que não são iguais aos daquela época, e são precisamente o contrário... "Vai...avança! Não tenhas medo Não penses duas vezes...!!!"
Pois... naquela altura era muito "chato" ouvir... sempre as mesmas coisas... da parte de todos os que nos queriam bem... mas agora décadas passadas, mais calma e ponderadamente, sabendo que todos temos responsabilidades e somando 2+2... não me arrependo de ter ouvido vezes sem conta (embora sem a atenção devida ihihih) os conselhos transmitidos na infância e juventude!!!

Wednesday, April 12, 2006

Baptismo de estrada

Para inaugurar este blog deixo-vos aqui uma lição alternativa de condução!!!
Agora não aprendam de forma errada!!